Parceria internacional: GPCW com o CWJF, Brasil

Linhas gerais do Protocolo de Parceria

Estando unidos pela língua, pela promoção do CW e do radioamadorismo, em particular, estabeleceu-se um Protocolo de Cooperação entre o CWJF – Grupo Juizforano de CW  e o GPCW.

O Protocolo tem por finalidade potenciar as sinergias, promovendo a cooperação entre ambas as partes.

No âmbito deste Protocolo incluem-se, também, actividades e eventos comuns que venham a ser decididos, assim como o aproveitamento de todas as oportunidades de cooperação que surjam no âmbito do radioamadorismo e que se entendam úteis a ambos.

Espera o GPCW que esta parceria possa estimular os praticantes de CW em ambos os lados do Atlântico e que possa servir para a partilha de conhecimento e incremento das capacidades do GPCW e do CWJF.

Nota: Quaisquer questões no âmbito deste Protocolo devem ser dirigidas ao João Carlos Morgado, CT1BQH, que é o Coordenador para as Relações Internacionais do GPCW.

Uma breve história do CWJF – Grupo Juizforano de CWCWJF Logo

O CWJF – Grupo Juizforano de CW deu os seus primeiros passos nos anos 80, tendo sido fundado no dia do Feriado Municipal de Juiz de Fora, em 31 de Maio de 1985, por 17 radioamadores locais.

Depois de um interregno na actividade do Grupo, reiniciou a sua actividade em 1993, sob a liderança do Edson (Ed), PY4WAS.

Nesse mesmo ano nascia o Concurso Manchester Mineira (CQMM).

Este cresceu ao longo de 10 anos no Brasil, superando-se o número de participantes a cada ano.

Em 1997 o CQMM abriu-se a todos os radioamadores da América do Sul.

Já em 2006, o CQMM foi aberto a todos os radioamadores das américas (Norte, centro e Sul), passando a designar-se CQMM All America DX Contest.

Face à enorme participação, aos 26 anos de existência (2011), o concurso ganhou a denominação de CQMM Manchester Mineira DX Contest e tornou-se num concurso mundial, sendo realizado no terceiro fim de semana completo, em Abril de cada ano.

O CWJF mantém ainda dois Diplomas e empenha-se na defesa do radioamadorismo e do CW no Brasil.

Práticas aconselháveis no Acções Radiotelegráficas QRS – QRS NET CW para todos! E é hoje, Terça-feira!

Práticas aconselháveis no Acções Radiotelegráficas QRS

QRS NET CW para todos! 

 

O último Acções Radiotelegráficas QRS (05/12/2017) foi unanimemente reconhecido como interessante pelos participantes mas o elevado número de estações na mesma frequência pode criar alguns congestionamentos.

Ora, o ACÇÕES constitui um QSO net em que a velocidade máxima permitida é de 12 WPM (QRS) onde todos podem participar!

Ao estarmos presentes no ACÇÕES estamos a promover o CW entre nós e a dar oportunidade a todos!

Assim, sugere-se a adopção das seguintes indicações:

Datas: Terças-Feiras

Horário: A partir das 21:00h (UTC)

Frequências: 7 025 kHz a 7 035 kHz

O meeting freq. será 7028 KHz.
Caso esta freq. esteja ocupada, o QSY acontecerá no intervalo indicado.

Chamada (sugestão): CQ GPCW QRS

Procedimento: Chamar na frequência de 7028.
Caso exista resposta de uma estação, deve fazer QSY e estabelecer um QSO noutra frequência.

Repetir o procedimento, para contactar com outras estações!

Exemplo de procedimento:

CQ CQ CQ GPCW QRS DE CT1XYZ CT1XYZ CT1XYZ K

CT1XYZ DE CT1OOO AS KN

CT1OOO DE CT1XYZ AS

CT1XYZ vai verificar frequências livres e encontra 7031 desocupada

CT1XYZ DE CT1OOO UP 3 UP 3 KN (CT1XYZ pede para subirem + 3 KHz)

CT1OOO DE CT1XYZ R UP 3 KN (CT1OOO reconhece QSY + 3 KHz)

Em 7031

CT1XYZ DE CT1OOO KN

CT1OOO DE CT1XYZ BT GE DR OM = UR RST… (QSO…)

PARTICIPE NO ACÇÕES RADIOTELEGRÁFICAS QRS!

 

 

Acções Radiotelegráficas QRS – QRS NET CW para todos!

– Todas as Terças-feiras, a partir de 5 de Dezembro! –

As ACÇÕES RADIOTELEGRÁFICAS QRS são eventos, de âmbito nacional, promovidas pelo GPCW com o objetivo de incentivar a prática da comunicação em radiotelegrafia e incrementar a participação e prática dos RADIOAMADORES nesta modalidade.

O ACÇÕES constitui um QSO net em que a velocidade máxima permitida é de 12 WPM (QRS). Todos podem participar!

Datas: Terças-Feiras

Horário: A partir das 21:00h (UTC)

Frequências: 7 025 kHz a 7 035 kHz

O meeting freq. será 7028 KHz.
Caso esta freq. esteja ocupada, o QSY acontecerá no intervalo indicado.

Chamada (sugestão): CQ GPCW QRS

O Acções inicia-se no próximo dia 5 de Dezembro de 2017

Participe e divulgue!

 


Vantagens do Código de Morse versus comunicação em fonia:

  • Requer menos largura de banda que as comunicações de voz, normalmente 300Hz, contra 4KHz da fonia.
  • Permite o uso de filtros estreitos (recepção) que suprimem ou eliminam a interferência em frequências próximas.
  • O acentuado e muito frequente recurso aos sinais do Código “Q”, bem como o uso generalizado de prowords/prosigns e outras abreviaturas utilizadas no CW, facilitam a comunicação entre radioamadores de nacionalidade e língua diferente.
  • A comunicação em CW goza da vantagem de, mesmo em muito baixa potência – QRP -, possibilitar comunicações a distâncias impensáveis para os modos de fonia.
  • A recepção apoia-se no treino dos operadores que, mesmo com sinais fracos e no meio de intenso ruído atmosférico – QRN -, gozam do privilégio, vedado aos computadores, de discriminar o que é útil do que é dispensável.
  • A energia irradiada é concentrada dentro de uma estreita largura de banda, da qual a selectividade auditiva do cérebro dos operadores tira vantagem, face aos computadores, na recepção de sinais fracos, defeituosos ou interferidos.
  • A comunicação em CW é rápida, é resistente, é sintética e eficaz e constitui um privilégio para os que a usam!

PARTICIPE NO ACÇÕES RADIOTELEGRÁFICAS QRS!

INSCREVA-SE NAS ACÇÕES DE ENSINAMENTO CW!

SEJA DOS POUCOS QUE GOZAM DO PRIVILÉGIO DE SABER MORSE!